(21) 2494-3036 / (11) 2372-6040
REDES SOCIAIS

Micropigmentação mal feita? Especialista esclarece técnica que retira pigmento

Além do procedimento estético, o método também remove tatuagens. Feito com laser, o preço e a quantidade de sessões são estabelecidos pela profissional da área, levando em consideração a área em que será realizado e a evolução do desaparecimento do pigmento. Em entrevista para o Purepeople, a especialista Fatima Bahia explica como a despigmentação funciona

Com o sucesso da micropigmentação, procedimento estético que busca implantar pigmento na pele no tom dos pelos, a procura pela técnica que promete retirar a cor também aumentou. Com um tempo de duração maior do que o da extensão de cílios, o processo que ajuda a valorizar o olhar ao inserir tinta pode não agradar a cliente, ou ser feito incorretamente, abrindo espaço para a despigmentação. Em conversa com o Purepeople, a especialista Fatima Bahia esclarece como ela funciona: “Remove o excesso de pigmento introduzido na pele, muitas vezes de maneira errada ou muito profunda, tornando definitivo o procedimento de micropigmentação.”

Como funciona? ‘Feita em várias sessões’

Com um laser próprio, a despigmentação pode ser feita para retirar procedimentos estéticos, mas também é utilizada para apagar tatuagens. Para poder passar pelo método, Fatima aconselha: “A pele não pode estar muito sensível, mas, quanto mais antiga tiver a micropigmentação ou tatuagem, mais difícil será para retirar a tinta.” Sem riscos de gerar complicações, a técnica precisa de retoque assim como a fotodepilação. “É utilizada a potência de acordo com a pele e é feita em várias sessões”, revela a especialista ao explicar como estabelece a quantidade de sessões: “Depende da área, mas o intervalo é de 30 dias. A cada retorno do cliente, avaliamos novamente para saber quantas vezes ele terá que voltar.” Diferentemente da micropigmentação, os cuidados após a realização do processo incluem o uso de um recurso muito conhecido. “”Deve usar um corticoide e gelo para evitar a vermelhidão no local, pois a região fica bem sensível”, aponta Fatima ao acrescentar: “A média é 200 a 300 disparos em uma sessão, durando cerca de 10min, mas depende da área assim como o preço. Não costumamos dar valores, pois depende da quantidade de tinta a ser retirada. Vale falar que o laser mais moderno pega desde o pigmento preto até o vermelho (para tatuagens coloridas).”

Procura pelo serviço dobrou: ‘Procedimentos mal feitos’

De um ano para cá, a procura pelo serviço de retirar o pigmento da pele dobrou. Pioneira na área e eleita a melhor designer de sobrancelhas pela American Academy of Micropigmentation (EUA), a especialista aponta o que motivou esse crescimento: “Isto acontece pelo aumento do número de procedimentos mal feitos, já que a quantidade de profissionais na área aumentou, e a falta de experiência ainda é muito grande. Recebemos clientes insatisfeitas que chegam com as cores e desenhos mal realizados.” Para realizar o procedimento estético, é necessário uma avaliação visagista como Fatima desenvolve: “Faço um estudo do rosto, feições, musculatura e até da personalidade de cada cliente. Em seguida, pergunto o que mais a incomoda na região dos olhos. Por fim, preencho a sobrancelha com maquiagem para que ela veja uma prévia do que será feito.”

(Por Fernanda Casagrande)

 

Fonte: Site Terra